A paixão é o berço do gênio. — Tony Robbins

As 6 necessidades humanas básicas e por que fazemos o que fazemos

Segundo Anthony Robbins, são 6 as necessidades humanas básicas psicológicas, sendo quatro delas as necessidades do ego e duas, as necessidades do espírito. Desta forma, todos nós somos movidos pelo desejo de suprir essas necessidades psicológicas.

Por que o comportamento humano é governado por essas necessidades, você se beneficiará quando aprender a perceber e entender o que move cada pessoa com quem se cria relações. Funciona como um jogo de futebol. Você sempre será menos penalizado e fará mais gols se conhecer bem as regras e souber usá-las a seu favor.

As 6 necessidades humanas

Entender essas 6 necessidades, de que forma elas funcionam, e como identificá-las em si próprio e nas pessoas ao seu redor é um conhecimento muito valioso e que pode aprimorar tanto suas relações com parentes e amigos quanto consigo mesmo.

Robbins vai ainda mais longe ao dizer que quando três dessas necessidades são supridas por uma pessoa, substância ou objeto em particular, acabamos por nos viciar nesse estímulo e torná-lo um hábito.

Vamos entender um pouco de cada uma das necessidades humanas:

  • Certeza: Todos precisamos ter um senso de certeza em nossas vidas, segurança no emprego, estabilidade em relacionamentos afetivos, a confiança de ser capaz de executar um trabalho específico, e que provavelmente não haverá um terremoto nos próximos minutos.

Ser muito dependente de estabilidade e segurança pode ser uma barreira para a felicidade. A fim de suprir as necessidades do espírito, que são as mais importantes, é necessário ser capaz de abraçar a incerteza, já que muito do crescimento e evolução de uma pessoa se dá conforme a sua capacidade de se tornar vulnerável, arriscar, mostrar a cara lá fora, superar limites. Quem não sai de sua zona de conforto geralmente não aprende coisas novas e consequentemente quase não evolui.

  • Variedade: Quando uma pessoa atende à sua necessidade de certeza, sua mente começa a procurar por variedade, algo que torne sua vida mais interessante.

Quando ficamos nesse vai e vem, certeza hoje, variedade amanhã, e assim por diante, geralmente ficamos habituados a essa experiência, Consequentemente, o efeito dessa estratégia diminui, junto com a satisfação que ela trazia. É aí que surge o desejo por uma mudança maior, longas viagens e aventuras.

No entanto, se a certeza é mantida como a necessidade mais importante a ser suprida, então a presença da incerteza pode inibir as ações relacionadas à variedade.

Por exemplo, uma pessoa movida pela certeza pode decidir assistir a um filme sábado à noite, suprindo também sua necessidade de variedade, mas garantindo que não haverá surpresas.

Por outro lado, uma pessoa movida pela variedade pode sentir vontade de sair para jantar fora, ir ao cinema e terminar a noite em um bar. Tudo isso no sábado à noite. Participar desses tipos de atividades exige a capacidade de se sentir confortável com o sentimento de incerteza.

  • Importância: Esta é necessidade humana relacionada a se sentir importante, reconhecido, apreciado por outros.

Assim como as outras, esta necessidade também pode se manifestar de formas positivas ou negativas.

Uma pessoa pode se tornar um atleta e investir anos em treinamento a fim de conquistar reconhecimento de outras pessoas. Por outro lado, se a pessoa não se comprometer com atividades relacionadas a esportes, carreira ou relacionamentos, algo que possa ajudá-la a alcançar este reconhecimento, por que a mente requer esse sentimento, sua necessidade pode se manifestar de forma negativa, ou seja, através de violência, problemas de saúde, ou pensamentos negativos.

Por exemplo, alguém que aponta uma arma para outra pessoa receberá uma quantidade significativa de estímulos relacionados à reconhecimento e importância, pois a vida de outra pessoa está em suas mãos.

Se uma pessoa não recebe reconhecimento, sua mente também pode manifestar um problema de saúde como depressão, dando uma importância desproporcional a seus problemas pessoais.

Outra forma de “enganar” a mente e suprir a necessidade de reconhecimento é menosprezar as pessoas, rebaixá-las, a fim de se sentir superior e, com isso, mais importante.

  • Amor e conexão: As pessoas precisam se sentir conectadas a outras pessoas, amar e serem amadas. É preciso pertencer.

Muitas pessoas se contentam com o sentimento de conexão, já que amor é algo que requer a habilidade de contribuir para alguém (ou algo) além de si próprio. Amar significa colocar as necessidades do outro acima das suas, o que paradoxalmente é a forma mais fácil de suprir nossas necessidades mais profundas.

Adultos tendem a achar mais fácil experienciar o amor com familiares e filhos, pois sentem (de forma ilusória) que nunca serão abandonados por eles, do que com o parceiro, esposa ou marido. Conclui-se que a base do amor esteja na confiança de que a pessoa o amará incondicionalmente, na saúde e na doença.

A necessidade por conexão influencia o funcionamento da sociedade, que é construída com o intuito de suprir essa necessidade, como a criação de clubes, organizações e ambientes de trabalho.

A mente não se importa com como irá suprir a necessidade, desde que ela seja suprida. Uma pessoa pode encontrar conexão com colegas de trabalho que possuem as mesmas metas, com os fulanos que batem papo sobre esporte perto do bebedouro, meninas que colocam o papo em dia durante horas no telefone, ou membros de uma gangue que fazem com que ela se sinta pertencendo a algo pela primeira vez em sua vida.

Uma pessoa também pode sentir essa conexão consigo própria, ser introvertida e gostar de ter seu próprio espaço e, claro, ainda existem aquelas que desejam uma conexão espiritual acima de tudo.

Essas foram as quatro necessidades do ego. As pessoas encontram formas de suprir essas necessidades a todo custo. Funciona de uma forma meio que automática. Já as necessidades do espírito não possuem essa garantia de que serão supridas. É preciso trabalhar conscientemente nessas necessidades, e é por isso que muitas pessoas não alcançam o nível de realização e felicidade que desejam.

Segundo a psicologia das necessidades humanas, a verdadeira felicidade é encontrada quando nos empenhamos em atividades que vêm suprir as necessidades de crescimento e contribuição. Mas isso é assunto para outro post.

Por que fazemos o que fazemos

Neste vídeo, Anthony Robbins fala sobre o que move as pessoas e explica rapidamente as 6 necessidades humanas básicas.

Para ver legendas em português basta marcar Portuguese, Brazilian no menu que diz languages [off].

foto: eschipul

Dê sua opinião

*

Leia o post anterior:
Anthony Robbins - Andar sobre o fogo - Queimaduras
Mídias esclarecem controvérsia sobre queimaduras que teriam ocorrido em evento do Tony Robbins

Há alguns meses comecei a me interessar pelo trabalho de Anthony Robbins, life coach e autor de alguns dos livros...

Fechar